Fórum BH Global discute importância do crescimento das cidades

Fórum BH Global discute importância do crescimento das cidades

No dia 09 de agosto de 2018 reuniram-se, na sede do Sebrae em Belo Horizonte, as autoridades locais, as entidades privadas e as organizações internacionais para debater o tema “ Cidades globais do futuro” no qual a Saletto Engenharia de Serviços teve o privilégio de participar do fórum.

O primeiro painel com o tema: “ Cidades globais do futuro” teve a participação da diretora-geral da Agência de desenvolvimento da Associação da Região Metropolitana de belo Horizonte (ARMBH) Flavia Mourão. O representante da WeWork, Guilherme Deyrell declarou que na cidade de New York 73% das pessoas trabalham próximas de suas residências, então não é necessário o uso de automóveis para chegar ao trabalho, e isso aumenta a mobilidade urbana. No mesmo Painel o Diretor Regional para América Latina da ONU HABITAT, Alain Grimard afirmou que o termo “Urbano” é crucial para qualquer pais.

Ainda segundo Grimard, espaços públicos bem planejados, favorecem a riqueza e desenvolvimento do setor privado, mas para isso o governo precisa planejar e financiar o planejamento além de obter uma legislação de governança, o que irá favorecer cidades mais compactas.

Para responder a pergunta “ Como acabar com o desperdício de tempo causado pelo engarrafamento de transito que afetam os transportes públicos na grande BH e demais cidades movimentadas pelo Brasil?”, feita por um visitante do evento, Flávia explicou: “Se algumas empresas utilizassem o sistema de trabalho home-office, o número de carros trafegando as ruas diminuiriam, o que melhoraria o trafego reduzindo o tempo de deslocamento.”

No segundo Painel com o tema: “Marcos globais de desenvolvimento”, o especialista da AL- LAS, Bráulio Diaz afirmou “A internacionalização das cidades é fundamental para vincular o local com o global e vice-versa”. Este Painel teve também a participação do Presidente do conselho de Arquitetura e Urbanismo de Minas Gerais (CAU-MG), Danilo Batista e André Lara da SDSN MG.

E para finalizar, o terceiro painel com o tema: “Perspectivas de Internacionalização” contou com a presença de Adriano Pinho da BH AirPort que destacou a importância de desenvolver a conectividade local para prover a conectividade internacional entre as pessoas e assim aumentar a demanda por voos internacionais partindo de Belo Horizonte.

 O evento teve como objetivo enfatizar as oportunidades e desafios das cidades globais do futuro.

Fuente: https://www.saletto.com.br/forum-bh-global-cidades-globais-do-futuro/
0
0